"Este blog é administrado por Simone Fernandes e não tem nenhum vínculo com fã-clubes do cantor. É somente uma forma de homenagear este grande artista, compartilhando suas histórias, respeitando seu legado, família, amigos e os milhares de fãs que existem no mundo todo."



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

23/11/14

ELVIS EM NOVA YORK (ENTREVISTA E FOTOS) (PARTE I)


Em junho de 1972 Elvis realiza quatros shows memoráveis e históricos da sua carreira, com apresentações esgotadas no jardim da Madison Square Garden, em Nova York. Shows esses realizados entre 9 e 11 de junho com cerca de 80 mil pessoas, encantando o resistente público da cidade - e a imprensa. 

"(...) um herói, o único em sua classe." (resenha do New York Times).

Antes dos shows, houve uma coletiva de imprensa no Mercury Ballroon, do New York Hilton no dia 9 de junho. Local hoje considerado histórico. Pois foi o primeiro e principal aparecimento de Elvis na cidade para um público nova-iorquino, sendo também, a primeira e maior entrevista que Elvis concedeu à Nova York, desde 1958.

Segue abaixo a entrevista que Elvis concedeu à imprensa Nova-Iorquina em 1972.

  • MC - Mestre Cerimônias
  • NY - Imprensa de Nova York
  • CEL - Cel. Tom Parker
  • EP - Elvis Presley

MC: Tenho o prazer de apresentar-lhes o Sr. Vernon Presley, pai de Elvis Presley. (Vernon sai e senta-se, entre os gritos e aplausos dos presentes). Adianto-lhes que o Sr. Presley tem um amigo que vai aparecer. (Aparece Elvis sorridente, trajando um casaco preto tipo capote por cima do seu terno azul-celeste. Evidentemente, os presentes ficaram frenéticos de entusiasmo. Elvis permanece em pé por instantes, deixando que os câmeras batam suas fotos).
EP: Alô! Querem que eu sente? (Elvis ergue suas mãos e diz:) Antes de mais nada, juro que sou inocente de todas as acusações. (e senta-se). Muito bem.

NY: Nós gostamos muito de você, Elvis!
EP: Muito obrigado, queridos. Também gosto de vocês. Muito obrigado.

NY: Sr. Presley?
EP: Pois não.

22/10/14

ALFRED WERTHEIMER, FOTÓGRAFO DE ELVIS NOS ANOS 50, MORRE AOS 84 ANOS


Alfred Wertheimer foi o famoso fotógrafo que acompanhou os passos de Elvis Presley de perto e todo seu início de sucesso nos anos 50 com apenas 21 anos de idade. Na época ele trabalhava de freelance e foi contratado pela RCA para fotografar cantores. Ele retratou fatos, momentos em turnês e o dia a dia de Elvis no auge de seu sucesso. Acompanhando o cantor por trem, produzindo uma das séries fotográficas mais históricas e famosas do mundo.  Essas famosas fotos em preto e branco, fizeram parte das exposições no 'Istitution Smithsonian' e do 'Grammy Museum'. "Não houve nenhum outro fotógrafo que Elvis permitiu que chegasse perto e registrasse sua vida através de fotos, como fez com Alfred", conta Priscilla Presley. "Estou profundamente triste com a morte dele. Ele era um amigo querido e muito especial e sinto que foi um presente para todos que o conheceram principalmente para Elvis".
Entre as fotos mais famosas de Alfred Wertheimer está a de nome 'O Beijo', onde mostra Elvis 'paquerando' uma garota nos bastidores. E mais fotografias da gravação da música 'Hound Dog' e 'Don't Be Cruel', lendo cartas de fãs, comendo sozinho, viajando de trem, tocando piano no estúdio, caminhando sozinho nas ruas, entre outras... Estas fotos acabaram mais tarde chegando nas mãos dos fãs e são as que mais se vê por aí.
O fotógrafo morreu aos 84 anos de causas naturais no dia 20 de outubro (segunda-feira) em seu apartamento em Nova York.

27/09/14

GRACELAND - O CASTELO DE UM REI

-- Quando Elvis entrou para a RCA e mais ainda sua chegada em Hollywood, seu sucesso ficou maior e sua fortuna crescendo. Sua antiga casa em Audubon Drive, ficou cada vez mais inadequada para ele viver com sua família. Pois os vizinhos não aguentavam mais o assédio dos fãs, já que o lugar era considerado calmo e restrito.

-- Na primavera de 1957, seus pais encontram um lugar ideal para viverem. Uma linda mansão de dois andares, alguns quilômetros ao sul de Memphis, perto da fronteira com o Mississippi. Contruída em 1939 com base nostálgica. Esta linda e robusta construção de pedra branca foi batizada de Graceland em homenagem a tia-avó dos antigos proprietários, chamada Grace.

-- Graceland era uma fazenda de propriedade de S. E. Toof, um impressor que trabalhava no "The Memphis Daily Appeal".

-- Com uns vinte cômodos e um terreno de quase quatorze hectares, esta linda propriedade se tornou o refúgio de Elvis, o local ideal onde viveria os últimos vinte anos de sua vida. 

13/09/14

ELVIS E BARBRA STREISAND EM DUETO -- LOVE ME TENDER


-- A cantora Barbra Steisand em seu trigésimo quarto álbum, lança um novo trabalho em dueto com grandes nomes da música como: Michael Bublé, Stivie Wonder, Billy Joel entre outros, inclusive Elvis Presley, em uma versão remasterizada da canção 'Love Me Tender'. 
Foi Barbra que estreou na abertura do International Hotel, em Las Vegas em 1970. Mas foi Elvis quem quebrou o recorde de bilheteria e apresentações.

A versão do dueto com Elvis ficou bem bonita. E a voz de Barbra casou muito bem com a voz delicada do Rei.

-- DÊ PAUSE NA PLAYLIST DO BLOG PARA ESCUTAR A MÚSICA.


30/08/14

ELVIS E AS CRIANÇAS - (FOTOS PARTE I)

Olá amigos e fãs de Elvis!!
Como todos vocês sabem, Elvis amava as crianças e elas sempre estiveram presente em sua vida. Então aí vão algumas fotos dele com essas lindas criaturas de Deus. Espero que gostem!
Abraços a todos!

Obs: Algumas pessoas deixam comentários dizendo que não conseguem copiar as fotos e textos. Pois é verdade! Devido eu ter sofrido plágio por um blog que nem merece que eu mencione o nome, e que aliás, esse blog nem mais existe, graças à Deus! Eu tive que bloquear todas as postagens daqui por segurança mesmo. Peço desculpas a todos! Sempre estou postando fotos no meu Facebook. Quem quiser me adicionar é só clicar aqui 



16/08/14

37 ANOS DE UM ELVIS IMORTAL
























Há 37 anos atrás, no dia 16 de agosto de 1977, fechava os olhos para sempre o maior ídolo da música mundial. Aquele que difundiu o Rock 'N' Roll, que abriu as portas para a música negra nos Estados Unidos nos anos 50, que revolucionou uma época e uma sociedade conservadora, e com sua personalidade dócil, carismática e generosa, conquistava a todos a sua volta. E aqueles que começavam a admirá-lo e amá-lo, não deixariam nunca mais de sentir esse amor incondicional por essa pessoa genial que foi Elvis Presley.
Infelizmente eu não vivi nessa época em que Elvis explodia nos palcos, não vi seu sorriso, não escutei sua voz, não tive um abraço, um beijo e nem um autógrafo. 
Mas a sensação de perda e de saudade é a mesma daqueles fãs de 37 anos atrás, que ouviram na tv, nas rádios, leram nos jornais, que o maior astro dos shows business havia morrido.
Apesar de toda essa dor, de saber que Elvis não estava mais entre nós, e que não mais ouviríamos anunciar um novo espetáculo em Las Vegas, nós fãs, não o esquecemos! Elvis ainda permanece vivo em nossos corações, e vive em suas imortais canções que a cada ano parecem que ressuscitam...