"Este blog é administrado por Simone Fernandes e não tem nenhum vínculo com fã-clubes do cantor. É somente uma forma de homenagear este grande artista, compartilhando suas histórias, respeitando seu legado, família, amigos e os milhares de fãs que existem no mundo todo."



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

18/01/15

GRACELAND RANDERS -- POR ANTONIO CARLOS SURTICA


Graceland Randers é uma réplica da mansão original de Elvis Presley, construída por Henrik Knudsen, presidente do fã clube dinamarquês 'The Official Elvis Presley Fan Club Of Dinamarca'.

Em 16 de abril de 2011 foi oficialmente aberta para a visitação pública, sendo um prédio duas vezes maior do que a Graceland original, localizada em Memphis nos Estados Unidos, uma vez que também dispõe de um restaurante, loja e museu. O projeto teve o apoio de Priscilla Presley, ex-esposa do cantor.

A atração contém cerca de 6 mil posses originais do Rei, incluindo guitarras, botas, cartas, contratos e outros objetos de memorabília. O escritório de turismo da cidade estipula que a Graceland Dinamarquesa atraia entre 75 e 125 mil visitantes a cada ano, principalmente da Europa.

08/01/15

80 ANOS DE NASCIMENTO DE ELVIS PRESLEY


É incrível pensar e até mesmo emocionante; que um menino pobre, nascido numa madrugada do dia 8 de janeiro de 1935, numa cidade humilde, chamada Tupelo em Mississippi, se transformasse numa das personalidades mais ilustres e importantes no mundo da música.

Pois foi o que aconteceu há 80 anos atrás.

Elvis Presley nasceu, transformou, revolucionou culturas, comportamentos e principalmente abriu as portas a um ritmo discriminado e praticamente excluído da sociedade. Elvis, fez o mundo conhecer o Rock N' Roll, que já existia nos becos mais pobres das ruas de Memphis. Um ritmo de música negra, considerada vulgar e estímulo para a delinquência juvenil.

Na década de 50, Elvis era apenas um rapaz sonhador, solitário, protegido por sua mãe, que morria de medo de perder seu único filho tão amado. Um menino apreciador da música negra, principalmente da música gospel cantada na igreja perto de sua casa. Foi lá que ele aprendeu seu estilo de cantar e de dançar. Elvis era um negro nascido no corpo de um branco. Mas essa foi sua missão! Acabar com um tabu de preconceitos e fazer o mundo conhecer um ritmo e uma música que nunca morrerá, assim com sua passagem em vida.

Não foi fácil para Elvis ter que encarar uma sociedade hostil. Mas ele superou com muita garra, humildade, generosidade e principalmente com sua fé inabalável em Jesus Cristo que sempre manteve em seu coração, apesar de tantos fatos tristes e traumáticos que viveu. 

Elvis, não só conquistou seu país com carisma, educação e respeito, como também o mundo todo.
Sua música ultrapassou fronteiras, conquistando milhões de fãs. 

04/01/15

MORRE JOE GUERCIO, MAESTRO DE ELVIS

Infelizmente inicio as atividades do blog no ano de 2015 com essa notícia triste, no mundo Elvístico.

Foi confirmada a morte de Joe Guercio.

Segundo informações, Joe levou um tombo e decorrente a este fato, acabou falecendo hoje (04/01/2015) com 86 anos de idade. 

Joe Guercio foi o maestro de Elvis Presley o acompanhou de 1970 até sua morte em 1977. Ele participou de muitos dos momentos históricos da carreira de Elvis, estando presente nos documentários 'That's The Way It Is (1970)'; 'Elvis On Tour (1972)' e os especiais de TV "Aloha From Hawaii (1973)' e 'Elvis In Concert (1977)'. Também acompanhou os shows 'Elvis The Concert' e 'Elvis In Concert' entre 1997 a 2013. 
O tema de entrada dos shows de Elvis do filme '2001 Uma Odisseia no Espaço', foi ideia de Joe.
Esteve no Brasil em turnê do 'Elvis In Concert' de 2012 e 2013 e foi muito atencioso com os fãs.

21/12/14

FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO!


Quero desejar a todos os fãs e amigos em Elvis Presley, um Natal cheio de paz e amor. Que todos nós possamos refletir no que representa de verdade essa data tão especial - O Nascimento de Jesus Cristo.
Que neste dia, possamos reavivar a nossa fé, a nossa esperança em dias melhores, em um mundo melhor, com menos guerra, egoísmo, inveja, preconceito...  e mais amor ao próximo e no coração.

Que 2015 venha com muita PAZ!
E desejo que todos realizem seus sonhos e que seja um ano muito feliz!

Agradeço o carinho dos fãs e amigos que fiz ao longo desses 2 anos de blog. Pelas visitas, pelos comentários, críticas, elogios... até mesmo aqueles que entram em silêncio, mas sempre passam por aqui. Os visitantes, os seguidores... Enfim, a todos os maravilhosos e fiéis fãs do 'Eterno Rei do Rock', que em 2015 será comemorado no mundo todo, os 80 anos de seu nascimento, em 8 de janeiro. Que por sinal, sua vinda ao mundo foi de uma importância enorme. Principalmente para a música negra, tão discriminada na década de 50. Seu papel teve esse significado de 'Rei do Rock' simplesmente por abrir as portas a um ritmo diferente, forte, envolvente e sensual; causando uma verdadeira revolução na música e no comportamento. 

13/12/14

ELVIS EM NOVA YORK - ENTREVISTA (PARTE FINAL)

  • NY - Imprensa de Nova York
  • EP - Elvis Presley
  • VP - Vernon Presley
  • CEL - Col. Tom Parker
NY: Quando você chegou a Nova York?
EP: Cheguei altas horas de ontem à noite, muito tarde, e tive de ir deitar-me, porque agora vamos ter ensaio e depois desta entrevista temos de voltar para os ensaios, a menos que vocês tenham em mente algo melhor.


NY: Sua Esposa Priscilla veio com você?
EP: Não, ela não veio.

NY: Elvis, por que é que se tem a impressão de que você abandonou o pesado rock, que você costumava tocar?
EP: É muito difícil explicar. É que aquele tipo de música exige certo material, e hoje é difícil encontrar bom material. Para todo mundo, para todos nós. É muito difícil encontrar qualquer tipo de música de bom rock. Se encontrasse material bom, sem dúvida que tocaria de novo.

NY: Podemos fazer sua pergunta a seu pai?
EP: Claro!

23/11/14

ELVIS EM NOVA YORK (ENTREVISTA E FOTOS) (PARTE I)


Em junho de 1972 Elvis realiza quatros shows memoráveis e históricos da sua carreira, com apresentações esgotadas no jardim da Madison Square Garden, em Nova York. Shows esses realizados entre 9 e 11 de junho com cerca de 80 mil pessoas, encantando o resistente público da cidade - e a imprensa. 

"(...) um herói, o único em sua classe." (resenha do New York Times).

Antes dos shows, houve uma coletiva de imprensa no Mercury Ballroon, do New York Hilton no dia 9 de junho. Local hoje considerado histórico. Pois foi o primeiro e principal aparecimento de Elvis na cidade para um público nova-iorquino, sendo também, a primeira e maior entrevista que Elvis concedeu à Nova York, desde 1958.

Segue abaixo a entrevista que Elvis concedeu à imprensa Nova-Iorquina em 1972.

  • MC - Mestre Cerimônias
  • NY - Imprensa de Nova York
  • CEL - Cel. Tom Parker
  • EP - Elvis Presley

MC: Tenho o prazer de apresentar-lhes o Sr. Vernon Presley, pai de Elvis Presley. (Vernon sai e senta-se, entre os gritos e aplausos dos presentes). Adianto-lhes que o Sr. Presley tem um amigo que vai aparecer. (Aparece Elvis sorridente, trajando um casaco preto tipo capote por cima do seu terno azul-celeste. Evidentemente, os presentes ficaram frenéticos de entusiasmo. Elvis permanece em pé por instantes, deixando que os câmeras batam suas fotos).
EP: Alô! Querem que eu sente? (Elvis ergue suas mãos e diz:) Antes de mais nada, juro que sou inocente de todas as acusações. (e senta-se). Muito bem.

NY: Nós gostamos muito de você, Elvis!
EP: Muito obrigado, queridos. Também gosto de vocês. Muito obrigado.

NY: Sr. Presley?
EP: Pois não.

22/10/14

ALFRED WERTHEIMER, FOTÓGRAFO DE ELVIS NOS ANOS 50, MORRE AOS 84 ANOS


Alfred Wertheimer foi o famoso fotógrafo que acompanhou os passos de Elvis Presley de perto e todo seu início de sucesso nos anos 50 com apenas 21 anos de idade. Na época ele trabalhava de freelance e foi contratado pela RCA para fotografar cantores. Ele retratou fatos, momentos em turnês e o dia a dia de Elvis no auge de seu sucesso. Acompanhando o cantor por trem, produzindo uma das séries fotográficas mais históricas e famosas do mundo.  Essas famosas fotos em preto e branco, fizeram parte das exposições no 'Istitution Smithsonian' e do 'Grammy Museum'. "Não houve nenhum outro fotógrafo que Elvis permitiu que chegasse perto e registrasse sua vida através de fotos, como fez com Alfred", conta Priscilla Presley. "Estou profundamente triste com a morte dele. Ele era um amigo querido e muito especial e sinto que foi um presente para todos que o conheceram principalmente para Elvis".
Entre as fotos mais famosas de Alfred Wertheimer está a de nome 'O Beijo', onde mostra Elvis 'paquerando' uma garota nos bastidores. E mais fotografias da gravação da música 'Hound Dog' e 'Don't Be Cruel', lendo cartas de fãs, comendo sozinho, viajando de trem, tocando piano no estúdio, caminhando sozinho nas ruas, entre outras... Estas fotos acabaram mais tarde chegando nas mãos dos fãs e são as que mais se vê por aí.
O fotógrafo morreu aos 84 anos de causas naturais no dia 20 de outubro (segunda-feira) em seu apartamento em Nova York.